Esses dois bicudos não se beijam

Ninguém ignora o atual nível de rivalidade entre botafoguenses e rubronegros – fruto da série de 4 finais disputadas consecutivamente entre eles, nos anos de 2007 a 2010 – e foi justamente esse o combustível para a chamada da transmissão da Super Rádio Tupi, no confronto do próximo domingo. O título criado pela Todos Nós destaca a possibilidade do sucesso de um significar a crise do outro, elemento pra lá de interessante na interminável picuinha entre os dois times.

Clientes | Comente

A cada jogo, o Nirvana

A rodada final do primeiro turno do Campeonato Brasileiro provoca nesse fim de semana a realização de clássicos em todo o país (sistema utilizado desde o ano passado, para evitar que, em uma última rodada formada por partidas interestaduais, times “entreguem” os jogos, beneficiando times de fora do estado em prejuízo de rivais locais). Por terem quatro times grandes cada um, Rio de Janeiro e São Paulo têm mais de um clássico por realizar – e a tabela marcou Vasco x Fluminense, ambos no G4, para o fim da tarde de sábado. O anúncio criado pela agência e que será publicado amanhã nos jornais esportivos do Rio, chamando para a transmissão da Super Rádio Tupi, brinca com o bom momento vivido pelo Flu – e cutuca a auto-estima vascaína, que lamenta os pontos perdidos pela equipe nos últimos três jogos. Bem ou mal, fato é que quem vencer joga o problema para o outro lado…

Clientes | Comente

A atrevida da Rua Teresa

“A maneira atrevida de cobrir o corpo” era o slogan que assinava a primeira campanha nacional da confecção petropolitana Gata Gabola, no último ano do século passado. À época, a Todos Nós criou não só o slogan, como também a nova logo da marca, que permanece até hoje inalterada. Em uma das revistas programadas, “Mais Bonita”, a peça saiu na contra-capa; já na capa o destaque era Débora Secco, então em início de carreira.

Agência, Clientes | Comente

Eu recorto e ouço aqui

Mais uma etapa da campanha “Tupi Eu Ouço Aqui” tem início essa semana, com a adesivagem da frota de ônibus com os novos adesivos com recorte. A ocupação de espaço no vidro traseiro, diferente da tradicional, atrai atenção para as peças da emissora – mais uma vez defendidas pelo elenco que estrela o comercial de cinema e TV. No flagrante acima, o  destaque vai para o ator e professor de teatro Paulo Fracassi.

Clientes | Comente

A cara alegre da Nativa FM

Na última quinta-feira um novo painel da Nativa FM foi instalado na sede da emissora, na renovada região da Gamboa. A modificação se restringiu ao cenário – agora utilizando a mesma retícula P&B dos demais painéis -, que retrata a Ponte Rio-Niterói, panorama real do terraço do rádio. A posição do painel também foi alterada, que passou a ficar de frente para a entrada dos funcionários. Ou seja: a partir dessa semana, a galera chega e já é recepcionada pela simpática equipe da Nativa FM.

Clientes | Comente

Prestígio do comércio de Petrópolis

O post da última terça-feira destacou a importância do empresário Edmundo do Amaral para a economia serrana, ao criar uma associação de empresários voltada para a divulgação da região e para o marketing – tarefa que coube à Todos Nós. Como presidente da Arte, Edmundo buscou apoio político visando beneficiar a Rua Teresa e o comércio local, como no lançamento de campanha publicitária ao lado do Prefeito Rubens Bomtempo. Na fotomontagem acima, destaque para a manchete de primeira página, noticiando a presença do Ministro do Trabalho e Emprego à época, Francisco Dornelles, na sede da associação – o que atesta o prestígio da Arte.

Clientes | Comente

A temperatura tem que ser ao ponto

A gangorra do Campeonato Brasileiro não permite um minuto de trégua. Um mau resultado já lança dúvidas e gera insegurança. O Vasco, apesar de se manter todo o torneio no topo da tabela, viu seu técnico ontem mais uma vez ser vaiado; o Flamengo, que também vem figurando entre os dez primeiros colocados (mesmo com um jogo a menos), permanece sob pressão e espera que o novo treinador dê uma cara competitiva ao time. Quem vencer o clássico desse domingo garante tranquilidade na próxima semana e um bom ambiente de trabalho. A Super Rádio Tupi vai veicular anúncio de página inteira no jornal Marca, convocando a audiência. A chamada criada para o jogo aposta na alta temperatura que antecede a partida – mas que, em alguns casos, dentro do campo, deve ser levada em banho-maria. Sob pena de algum esquentadinho ir pro chuveiro mais cedo, jogando uma ducha de água fria nas pretensões de sua torcida.

Mercado | Comente

Atravancando o que já é atravancado

Nessa quarta-feira o trânsito do Rio de Janeiro deu um nó ainda mais apertado do que de costume. Somando-se às obras do Porto, à volta às aulas e a uma inesperada chuva, 3.500 vans resolveram promover uma carreata de protesto no Centro do Rio. A performance iniciou em frente ao Maracanã, às 7h da manhã, e encerrou no Aterro do Flamengo, às 16h. A ideia, que era paralisar o serviço, se restringiu a paralisar a cidade. A Super Rádio Tupi transmitiu toda a partida, ops, toda a carreata, e foi a melhor alternativa para se acompanhar o movimento (ou a ausência dele). Enquanto o backbus “Tupi Eu Ouço Aqui” dava cores mais vivas ao mega-engarrafamento cinzento, próximo ao Aeroporto Santos Dumont, a própria Tupi orientava os ouvintes para que evitassem os acessos comprometidos pelos topiqueiros – mas nem todos tinham como fugir. Mágica, como todo mundo sabe, é com o setor de teletransportes.

Clientes | Comente

Retrospectiva econômica

A versão digital da peça de divulgação da edição comemorativa dos 185 anos do Jornal do Commercio já está sendo enviada para as principais empresas de cada segmento. Elas estão sendo convidadas a participar de um documento que retratará a evolução da economia brasileira ao longo dos 185 anos de cobertura econômica do jornal. Também criado pela Todos Nós, o mail marketing não trará a íntegra do conteúdo da versão impressa  -  por isso a peça sugere a solicitação do material gráfico completo, o que inclui as lâminas temáticas de interesse de cada empresa.

Clientes | Comente

Simples, visionário e determinado

Comemorar aniversário é um bom momento para revisitar antigas histórias e campanhas. Nesses 14 anos da Todos Nós não faltaram cases de sucesso e grandes amigos. A primeira boa lembrança é a da fundação da Arte, fruto da visão e da tenacidade do empresário Edmundo do Amaral. O resultado do seu intenso trabalho permanece vivo – e gerando desdobramentos positivos para Petrópolis e para o comércio local.  Ficamos felizes em termos contribuído para que seu sonho fosse à frente. Foi mesmo.

Clientes | Comente

Tripla transmissão

Anúncio publicado nesse domingo no jornal esportivo Marca chamou para a transmissão da rodada pela Super Rádio Tupi. O jogo das 16h foi transmitido simultaneamente em AM e FM; às 18h30 a Tupi transmitiu em FM o jogo do Engenhão e em AM o jogo do Canindé. O jogo entre os líderes Atlético Mineiro e Vasco acabou beneficiando quem jogou em casa. Natural. No returno a história tem tudo para ser diferente. A Tupi vai estar lá para contar.

Clientes | Comente

Obrigado, Petrópolis

Hoje a Todos Nós Comunicação e Marketing completa 14 anos de atividade publicitária – e não há como desvinculá-la de Petrópolis. A cidade é pioneira na fusão entre o registro visual e a beleza do traço: feita a compasso em sua origem imperial, a antiga Fazenda do Córrego Seco foi urbanizada e imortalizada em minuciosos ângulos. E qual não é a função de quem recria imagens (nós, criativos, desenhistas, fotógrafos, webdesigners, agências – todos nós) senão dotar de mais valor o que já é naturalmente valioso? Talvez por essa simbiose, Petrópolis se revele tão gentil com os que se aventuram a mesclar texto e cenário em um só contexto. A Todos Nós, fundada em 10 de agosto de 1998, bebeu dessa água. Pela data da certidão, são 14 anos, mas poderiam ser 140, como se desde sempre estivéssemos aqui; assim fosse, você nos veria à esquerda do sótão sobre os telhados, no trecho esfumaçado. À direita, ensolarada, majestosa em seu esplendor e profundidade, a Rua do Imperador. Já o sobrado de duas janelas, em primeiro plano, abrigou de delegacia à câmara municipal, até mesmo posto de gasolina: a bomba ficava na rua por detrás, Rua do Cruzeiro. Ao centro, sob as pontes, descia o Rio Quitandinha. Ao fundo, à esquerda, um tanto embaçado, percebe-se a silhueta do Palácio de Verão. Não se sabe se o Imperador estava em casa no instante da foto; pela hora, pouco provável. É que D. Pedro II, orgulhoso, sempre gostou de passear pela sua cidade.

Agência | Comente

Sem vocês não teria sido possível

A Todos Nós completa amanhã 14 anos – um número forte que simboliza à feição a crença da agência na perfeição matemática, no rigor operacional e no cumprimento das metas. Os 13 anos, com todo esse conteúdo de prevalência do emocional sobre o racional, foram também fartamente comemorados, numa série que se encerra hoje – em um ano em que a camisa preta e branca da Todos Nós, com o número 13 nas costas, foi vestida com garra e paixão. Foi certamente um bom ano. Que o próximo seja tão bom quanto – ou melhor. Vamos trabalhar para isso. Queremos agradecer a todos que nos ajudaram: equipe, parceiros, colaboradores, amigos. Sem vocês, nada feito. Obrigado!

Agência | Comente

Direcionamento e personalização

A ação de marketing lançada na semana passada pelo Jornal do Commercio emprega na divulgação o material gráfico desenvolvido pela Todos Nós (como destacado aqui no post de 31 de julho). Encartadas dentro do material, seguirão lâminas temáticas – também criadas pela agência – sobre cada um dos 25 temas abordados. O encarte aprofunda a discussão de cada um dos segmentos e oferece conteúdo adicional. Acima, algumas entre as lâminas elaboradas com a apresentação do caderno e os detalhes da pauta.

Clientes | Comente
  • Twitter